Dia a dia do RH
January 2022

Como deixar sua empresa mais competitiva e qual é o papel da saúde nisso

O mercado de trabalho nunca esteve tão concorrido. A pandemia impulsionou o trabalho remoto e os melhores talentos não precisam mais estar nos grandes centros para serem cobiçados pelas maiores empresas do mundo. No meio de tanta competitividade, oferecer só um bom salário já não é mais o suficiente para atrair os melhores profissionais. As companhias precisam ir além. E isso passa pela saúde. 

Confira 5 dicas relacionadas ao cuidado com a saúde para tornar a sua empresa mais competitiva no mercado de trabalho atual: 

Ofereça plano de saúde

A pandemia também foi responsável por estimular a preocupação das pessoas com a própria saúde. Viver sobre o risco de se contaminar com o coronavírus em quase qualquer situação acendeu um sinal de alerta. Os colaboradores sempre se preocuparam com a qualidade do plano de saúde, mas o benefício passou a ser considerado um diferencial para que eles decidam se aceitam ou não uma proposta de trabalho. 

Garanta o melhor cuidado para cada colaborador

Mesmo com um plano de saúde, os colaboradores enfrentam várias dificuldades na hora da utilização, dúvidas com a cobertura e até falta de conhecimento sobre a própria saúde. Por isso, as empresas também devem se preocupar com toda a experiência do seu colaborador com saúde, não apenas com parte dela. 

A Oli, por exemplo, é especializada nisso: garantir que os colaboradores tenham a melhor experiência com seus benefícios de saúde, desde o onboarding até a marcação do exame. Tudo isso, enquanto a empresa tem o maior controle de gastos. 

Invista em benefícios de bem-estar

Uma das melhores formas de ter funcionários sempre produtivos e saudáveis é desenvolver estratégias para que eles não fiquem doentes. E isso só é possível com investimento em prevenção. Oferecer benefícios voltados para o cuidado com a própria saúde, como, por exemplo, planos de refeições saudáveis, consultas gratuitas com psicólogos ou assinatura de plataformas voltadas a atividades físicas e práticas desportivas, podem ser um diferencial neste cenário. 

Respeite a saúde mental de cada um

A mente funciona conectada ao corpo. O burnout e uma série de transtornos mentais são relacionados ao excesso de trabalho. Por isso, não adianta oferecer um bom plano de saúde e todos estes benefícios se a empresa não se preocupa de verdade com o estado mental de seus colaboradores. É importante respeitar os horários de lazer,  reconhecer o papel de cada pessoa da equipe e manter um ambiente onde todos se sintam à vontade para se abrir.

Coloque a saúde como parte da sua estratégia

A empresa deve se fazer presente em toda a jornada de saúde dos seus colaboradores. Nesse sentido, você pode ter especialistas preparados para conhecer o perfil de cada um e cuidar ativamente de quem precisa, transformando a experiência da sua equipe com a saúde e o autocuidado.

Continue lendo